terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Seniores : UD Leiria deixa fugir vitória nos últimos minutos

UD Leiria 3
Maranhão; Juvenal, Luís Oliveira, Luiz Carlos, Danny Rafael, Kata, Leandro (Coça, 77 min.), André Perre, Jota (Hélio Vaz, int.), Dário (Tiago Lopes, 60 min.) e Cedric. 
Não jogaram:Guerra, Emiliano Tê, Ricardo Cardoso e Pepo.
Treinador: Rui Nascimento.
.
Mafra 3
Godinho, Monteiro, Anicet (Feliciano (71 min.), Baixinho, João Pedro, Tiago Costa, Allison, Leo, Tuga, Tavares (Bonifácio, 69 min.) e Rente (Yang, 78 min.). 
Não jogaram: Elói, Pengfei, David, Micael.
Treinador: Elói Zeferino.
.
Estádio Municipal de Leiria
Espectadores: 250.
Árbitro: João Mendes (Santarém).
Auxiliares: Jorge Maia e Afonso Silva. 
Ao intervalo: 2-1.
Golos: 0-1 por Luiz Carlos (a.g., 20 min.); 1-1 por Luiz Carlos (g.p., 30 min.); 2-1 por Cédric (43 min.); 3-1 por Hélio Vaz (69 min.); 3-2 por Yang (80 min.); 3-3 por Allison (g.p., 83 min.).
Acção Disciplinar: Amarelo a Anicet (25 min.), Kata (50 e 83 min.), Leandro (74 min.), Leo (85 min.), Bonifácio (90+2 min.).
.
Num jogo que servia apenas para cumprir calendário, UD Leiria e Mafra proporcionaram um bom espectáculo de futebol coroado com golos, emoção, grandes penalidades e uma expulsão, terminando a partida com uma igualdade a três bolas que acaba por se aceitar.
Com o apuramento para a fase se subida já garantido, ambas as equipas jogaram com os olhos postos na baliza contrária, começando melhor a UD Leiria num remate à entrada da área de Cédric para uma boa intervenção de Godinho para canto.
Os leirienses estavam mais perigosos e voltaram a ameaçar após um livre directo de Luiz Carlos que levou a bola a embater na barra. Na recarga, Cédric, com a baliza completamente deserta, fez o mais difícil e cabeceou por cima. 
Como quem não marca, sofre, eis que o Mafra, que pouco tinha feito para inaugurar o marcador, chegou ao golo após cruzamento de João Pedro em que Luiz Carlos desviou para a própria baliza.
Os leirienses ‘abanaram’ com o golo sofrido e o Mafra podia mesmo ter aumentado a vantagem quando Tuga, com tudo para fazer o 0-2, atirou à figura de Maranhão. Na resposta, a UD Leiria chegou ao empate através de uma grande penalidade a castigar falta sobre Leandro na área. Na cobrança do castigo, Luiz Carlos não facilitou (1-1).
Num jogo de parada e resposta, foi a vez do Mafra criar muito perigo quando Tavares, em boa posição, atirou pouco ao lado e, no minuto seguinte, foi a UD Leiria a estar perto do golo quando Jota se deslumbrou quando só tinha Godinho pela frente.
O golo para os leirienses apareceu já perto do intervalo num cruzamento de Leandro bem correspondido por Cédric que, de cabeça, fez o 2-1.
O segundo tempo voltou a trazer muitos golos à partida e a ser disputado com grande intensidade, com os leirienses a criarem muito perigo numa desmarcação de Leandro em que Perre rematou para grande defesa de Godinho. A meio da segunda parte, a UD Leiria chegou mesmo ao 3-1 num cruzamento de Kata com Hélio Vaz a cabecear de forma certeira. Com o ‘jogo na mão’, pensava-se que os leirienses iriam impor a primeira derrota ao líder do campeonato, mas a formação de Mafra nunca baixou os braços, chegando ao 3-2 pelo recém-entrado Yang a aproveitar uma defesa incompleta de Maranhão e a passividade da defensiva da casa.
Três minutos depois surgiu o caso do jogo, com o árbitro a assinalar uma grande penalidade que deixa algumas dúvidas, originando a expulsão de Kata por duplo amarelo. Na marca dos 11 metros, Allison enganou Maranhão e restabeleceu a igualdade (3-3).
Os últimos minutos da partida voltaram a ser frenéticos, com a UD Leiria a desperdiçar os três pontos já no período de descontos quando Perre cruzou para a área e Hélio Vaz, à boca da baliza, falhou de forma escandalosa quando já se gritava golo nas bancadas.
Empate final deixa um amargo de boca aos leirienses já que pareciam ter o jogo controlado, mesmo utilizando um 11 pouco habitual, perante um Mafra que mostrou porque acabou o campeonato em primeiro lugar.
Trabalho positivo do trio de arbitragem. 

Texto: José Roque (Diário de Leiria)
Foto: Luis Filipe Coito

Sem comentários:

Enviar um comentário