terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Juniores : UD Leiria ‘esmaga’ U. Coimbra e assegura fase final



UD Leiria 3
Vítor, Zé Rodrigues, Miguel Ângelo, Benny (Manique, 71 min.), Tito, Ruben, Rui Figueiredo, Afonso (Vasco Pontes, 73 min.), Simão (Madruga, 60 min.), Miguel Miguel, Carlos Oliveira. 
Não jogaram: André Oliveira, Bernardo Jorge e Figueiredo.
Treinador: Tiago Vicente.
.
U. Coimbra 0
Gomes, Batista, Kelvin, Fábio, Piquê, Guilherme, Ggonna (Joel, int.), Gustavo (Pedrito, 63 min.), Tiago Alves, Larry (Fiador, 80 min.). 
Não jogaram: Ricardo, Ivo.
Treinador: Bruno Domingos.
.
Campo da Mata, Santa Eufémia
Árbitro: Duarte Morgado (Portalegre). Auxiliares: Vítor Silva e João Roque.
Espectadores: 200. Ao intervalo: 2-0. 
Golos:1-0 por Miguel Miguel (38 min.); 2-0 por Carlos Oliveira (42 min.); 3-0 por Carlos Oliveira (70 min.).
Acção Disciplinar: Amarelo a Batista (79 min.) e Piquê (84 min.).
.
A UD Leiria conseguiu um triunfo tranquilo por 3-0 diante da U. Coimbra num jogo em que, para os leirienses, bastava o empate para carimbar a passagem à fase final da competição. 
O jogo acabou por não ter grande história tendo em conta a supremacia do conjunto da casa que sentiu algumas dificuldades na fase inicial para penetrar na defesa visitantes, sendo mesmo a U. Coimbra a criar a primeira situação de perigo num remate cruzado de Gustavo que passou muito perto do poste da baliza de Vítor. A resposta surgiu nos pés de Carlos Oliveira numa bela jogada individual, mas o remate saiu rente ao poste. Depois de algumas aproximações perigosas dos leirienses, eis que surgiu o golo numa jogada de combinação entre Afonso e Miguel Miguel com este último a ultrapassar o defesa e a desviar para o golo à saída de Gomes.
Ainda na primeira parte, foi a vez de Carlos Oliveira, em jogada individual, tirar dois adversários do caminho, mas o remate foi defendido por Gomes, contudo, na recarga, o avançado leiriense não perdoou perante a passividade conimbricense.
No segundo tempo, a toada do jogo manteve-se com a U. Coimbra a não conseguir apresentar argumentos para discutir o resultado, exceptuando um lance de Joel que, em boa posição, rematou ao lado. No entanto, foram os leirienses que fixaram o resultado final num cabeceamento de Carlos Oliveira após pontapé de canto de Miguel Miguel. Antes disso, já Madruga tinha desperdiçado uma oportunidade clamorosa.
Vitória justa dos leirienses que não tiveram grandes dificuldades em bater uma frágil equipa que viajou desde Coimbra. No lado dos visitantes, palavra de destaque para o capitão Tiago Alves que foi o jogador mais inconformado, apresentando uma qualidade técnica acima da média, enquanto a UD Leiria teve no seu colectivo a sua principal arma conseguindo, com todo o mérito, a passagem à próxima fase de apuramento de campeão.
Trio de arbitragem teve a um bom nível.

Texto e foto: José Roque (Diário de Leiria)

Sem comentários:

Enviar um comentário