quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Juvenis : Caldas SC vence em Massamá

8ºJornada - Campeonato Nacional de Juvenis/Série D - 2013/2014
--
Resultados:
O Elvas 0 - Alverca 0
Eléctrico 1 - SL Benfica 6
Sacavenense 2 - CADE 0
Casa Pia 2 - Sporting 1
Real Massamá 0 - Caldas SC 3
--
Classificação:
--
Próxima Jornada 3-11-2013:
Caldas SC - O Elvas
SAporting - Real Massamá
Alverca - Sacavenense
CADE - Eléctrico
SL Benfica - Casa Pia
 .

Iniciados : 9ªJornada do Campeonato Nacional / Série E 2013-2014

Resultados:
CD Fátima 0 - CADE 6
Eléctrico 2 - Salvaterrense 4
Torreense 1 - Caldas SC 2
O Elvas 0 - SL Cartaxo 2
--
Classificação:
--
Próxima Jornada 3-11-2013:
SL Marinha - Salvaterrense
Torreense - CADE
Eléctrico - Caldas SC
UD Leiria - SL Cartaxo
CD Fátima - O Elvas
-

Caldas Sport Clube : Bacari Djaló - uma carreira com a casa às costas

Sabe o que é um globetrotter? É uma pessoa que viaja frequentemente e por sítios diferentes, quer seja em férias ou em trabalho. Bacari Djaló, avançado do Caldas, é o verdadeiro globetrotter do futebol nacional: passou por 15 clubes diferentes desde que chegou a Portugal e, curiosamente, nunca repetiu um clube duas temporadas consecutivas.
Vivia-se o ano de 2000 quando Bacari Djaló chegou a Portugal. Com 18 anos, saiu da Guiné-Bissau com o pai, «devido à situação política complicada que o país vivia». Inicialmente com o objetivo de estudar na cidade do Porto, foi numa visita a Lisboa que o jovem jogador começou a carreira.
«Um dia fui visitar Lisboa com a minha família e amigos. Fomos ver o treino dos juvenis do Sporting. Havia uma pessoa no clube que conhecia o meu pai e sabia que eu jogava futebol. Perguntaram-me se queria treinar com a equipa», conta ao Maisfutebol.Após um treino de experiência, Bacari começou a treinar com a equipa dos juvenis e participou em alguns torneios com a camisola do Sporting. O facto de ser estrangeiro, impossibilitou que o guineense ficasse no clube, mas o futebolista garante que «foi uma experiência muito boa».«Entretanto, surgiu uma proposta para jogar no Beneditense. Como era muito novo e era uma equipa da terceira divisão, achei que era bom para mim e decidi assinar contrato», explica.Começava aqui a viagem por clubes e uma carreira com a casa às costas. No clube do concelho de Alcobaça, Bacari fez apenas dois jogos. Após uma passagem pelo Bidoeirense, que atua na quarta divisão, o jogador guineense chegou ao Sporting Pombal onde começou «a dar cartas e a marcar golos».No clube da terceira divisão, Bacari marcou seis golos em 38 partidas, mas no final da temporada transferiu-se novamente. O novo destino? O Felgueiras, que viu no jovem Bacari uma promessa para o futuro«Foi no Felgueiras que passei a história mais insólita da minha carreira, que envolve a empregada do hotel onde estávamos e um convite para um café na casa dela. No final, vim a descobrir que ela tinha namorado», revela.Os cinco golos marcados no Felgueiras não foram suficientes e, mais uma vez, Bacari mudou de clube, para o Famalicão FC, na altura a jogar na extinta terceira divisão. Em 26 jogos, o avançado marcou por 10 vezes.Em 2006/2007, Bacari chega pela primeira vez a um clube da segunda divisão, o Vitória de Guimarães, onde marcou apenas um golo, que bastou para ser chamado para a seleção da Guiné-Bissau.«Guimarães foi das cidades onde joguei que mais me marcou, mas também gostei muito de jogar em Famalicão, porque foi o clube em que marquei mais golos», confessa ao Maisfutebol.Uma nova época começou em setembro de 2007 e Bacari repetia a experiência de mudar novamente de clube. Se até esta altura, em seis temporadas, o jogador africano passou por seis clubes, entre 2007 e 2009, conseguiu o feito de jogar no Vila Meã, no Penafiel e no Ribeirão.Porquê tantas mudanças?: é a questão que se coloca. «Sempre desejei ir mais longe e chegar a clubes com mais ambição. As propostas surgem e eu aceito», clarifica o avançado.«É fácil adaptar-me a clubes novos todas as temporadas porque o país é o mesmo e fala-se a mesma língua. Mas também tive a sorte de ser sempre muito bem recebido em todos os clubes por onde passei, principalmente pelos colegas de equipa», afirmou em conversa com o Maisfutebol.No início da temporada 2009/2010, Bacari Djaló assina pelo Carregado, mas a meio da temporada, com dez jogos feitos e sem golos marcados, o avançado regressa a Famalicão. Novamente, é um dos melhores marcadores. Parece ser a cidade talismã de Bacari.
Sempre a mudar de cidade e a somar clubes ao seu currículo, o jogador guineense, na altura com 27 anos, assina pelo Bragança. Passou ainda pelo Viseu, Pinhalnovense, Juventude de Évora e, no início da atual temporada, com 30 anos, transferiu-se para o Caldas, que joga no recém-formado Campeonato Nacional de Seniores.
«Tenho noção de que já passei por muitos clubes. Mas, sinceramente, acho que isso até é bom. As pessoas reconhecem o meu valor e humildade e consegui fazer muitas amizades em todos os clubes onde estive», garante.Seis jogos no Caldas e zero golos marcados é o saldo atual de Bacari, que mantém o «sonho» de chegar ao principal campeonato de futebol em Portugal, mas também de «regressar à Guiné», projeto que adia «para um dia mais tarde».Em Portugal, o percurso de Bacari é caso raro. Em todas as temporadas, um novo clube. No entanto, o internacional guineense garante que «a vida de jogador é mesmo assim». Resta saber se no final da temporada, Bacari Djaló irá continuar com a casa às costas ou se vai quebrar o seu próprio recorde.
 
Rita Pereira - Mais Futebol

ENTRADA LIVRE - U.LEIRIA x ALCANENENSE

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Juvenis : UD Leiria vence na Anadia ; AC Marinhense perde em Coimbra

Jornada - Campeonato Nacional de Juvenis/Série C - 2012/2013
---
Resultados:
Naval 1- SC Beira Mar 2
Repesenses 5 - SC Covilhã 0
Anadia 1 - UD Leiria 2
Académica 2 - AC Marinhense 1
NDS Guarda 0 - Ac. Viseu 2
--
Classificação:
--
Próxima Jornada 3-11-2013:
AC Marinhense - Naval 1ºMaio
Beira Mar - NDS Guarda
SC Covilhã - Anadia
UD Leiria - Académica
Ac.Viseu - Repesenses
.

Juniores : Beneditense perde em Sacavém ; Caldas vence Mafra

8ªJornada - 2ªDivisão Nacional / Juniores Série D - 2013/2014
-
Resultados:
CAC Pontinha 1 - Casa Pia 2
Oriental 0 - SL Cartaxo 4
Alverca 3 - Sintrense 1
Mafra 2 - Caldas  SC 3
Sacavenense 3 - Beneditense 0
--
Classificação:
--
Próxima Jornada 2-11-2013:
Casa Pia - Oriental
SL Cartaxo - Alverca
Sintrense - Mafra
Caldas SC - Sacavenense
Beneditense - CAC Pontinha
-

Seniores : Caldas Sport Clube perde em Fátima

CD Fátima 1
Tiago Martins, Fábio Santos, Fabeta, Nélson Sousa e Galvão (Guilherme, 44 min.); Jorge Neves, André Perre e João Martins; Wellington (João Fonseca, 57 min.), Pedro Emanuel e Pimenta (Rodrigo, 90 min.). 
Não jogaram: Rodolfo, Bruno Heleno, Jorge Abreu e André Fontes.
Treinador: Bruno Saraiva.
.
Caldas SC 0
Luis Paulo; Militão, Rui Almeida, Sidibé (Luís Farinha, 78 min.) e André Frias; Morgadinho e Mustafá; Marcel (Samir, int.), André Simões (Telmo, int.) e Sabino; Bacari.
Não jogaram: Maurício, André Jesus, Cosme e Flávio.
Treinador: Ricardo Moura.
.
Estádio Municipal de Fátima
Árbitro: Hugo Silva (Santarém).
Auxiliares: Gonçalo Antunes e Rui Cabeleira.
Espectadores: 150 . Ao intervalo: 1-0. Golos: Pedro Emanuel (8 min.).
Acção Disciplinar: Amarelo a Jorge Neves (24 min.), André Simões (25 min.), Wellington (55 min.), Rui Almeida (62 min.), João Martins (68 min.), Guilherme (80 min.) e Pedro Emanuel (90+2 min.).
.
O Fátima regressou às vitórias, após duas derrotas consecutivas, uma para o campeonato e outra para a Taça de Portugal. Diante do Caldas, um golo de Pedro Emanuel foi suficiente para conquistar os três pontos. O Caldas foi uma equipa que se bateu bastante bem, mas sem conseguir sair da Cova da Iria com um resultado positivo.
O único golo da partida surgiu aos oito minutos com Pedro Emanuel a concluir um livre bem executado. O conjunto fatimense poderia ter aumentado a contagem pouco tempo depois, mas Pedro Emanuel chegou ligeiramente atrasado. O Caldas respondeu e Marcel cabeceou à figura de Tiago Martins.
O intervalo chegou, numa partida que teve pouco interesse nos primeiros 45 minutos, dado que as duas equipas criaram poucas situações de perigo.
No regresso dos balneários, o técnico Ricardo Moura mexeu na equipa, fazendo entrar Samir e Telmo para os lugares de Marcel e André Simões.
Aos três minutos do segundo tempo, Fábio Sabino, em boa posição, rematou à figura de Tiago Martins. O Caldas estava bastante atrevido, chegando mesmo a marcar, mas o árbitro do encontro anulou o tento obtido, considerando que Samir se encontrava em posição irregular.
O Fátima teve em Pedro Emanuel o elemento mais perigoso e, por duas vezes, o avançado viu Luís Paulo e Sidibé negarem-lhe o segundo golo na partida.
O Caldas voltou a criar perigo na sequência de um livre, mas Mustafá atirou para um defesa segura do guardião fatimense.
Já na parte final da partida, num cruzamento de Bacari, Samir cabeceia por cima semeando o pânico na defesa da casa. O mesmo jogador, a dois minutos do final, esteve muito perto do golo, mas o seu cabeceamento saiu a rasar o poste.
Num último fôlego, o Caldas tentou chegar ao golo do empate, mas Tiago Martins correspondeu com uma bela intervenção a um remate de Militão.
Trabalho positivo do trio liderado pelo árbitro Hugo Silva, dando-se o benefício da dúvida no lance anulado ao Caldas por fora-de-jogo.
.

 Texto: Cid Ramos (Diário de Leiria)
Foto: José Roque

Juniores : Golo monumental de Fred dá empate nos descontos frente ao Benfica

Benfica 3
André Ferreira, Alexandre Alfaiate, João Nunes, Ricardo Carvalho, Pedro Rebocho, Filipe Nascimento, Raphael Guzzo (Gilson Costa, 83 min.), Roch
inha (João Gomes, 88 min.), Romário Baldé, Hildeberto Pereira (NunoSantos, 74 min.) e Gonçalo Guedes.
Não jogaram: Rafael Lopes, Issac Fernandes, Jota, Estrela.
Treinador: João Tralhão.
.
União de Leiria 3
Vítor Lopes, Miguel Ângelo, Benny, Sandro (Madruga, 80 min.), José Rodrigues, Fred, Rui Rodrigues (Simão, 70 min.), Afondo Caetano, Miguel Miguel, Tito (Rúben Fernandes, 66 min.) e Carlos Oliveira.
Não jogaram: Bruno, André Oliveira, Tiago Figueiredo, Vasco Pontes.
Treinador: Tiago Vicente.
.
Caixa Futebol Campus, Seixal
Árbitro: Miguel Jacob (Setúbal).
Ao intervalo: 2-1. Espectadores: 200. Golos: 1-0 por Gonçalo Guedes (27 min.); 1-1 por Tito (29 min.); 2-1 por Raphael Guzzo (40 min.);2-2 por Carlos Oliveira (54 min.);3-2 por Rochinha (62 min.);3-3 por Fred (90+2 min.).
Acção Disciplinar: Amarelo a Carlos Oliveira (54 min.) e Raphael Guzzo (55 min.).

Os juniores da União de Leiria arrancaram um empate (3-3) precioso no terreno do Benfica com o médio Fred a ser decisivo ao apontar o último golo da partida já no período de descontos. Um golo de levantar o estádio e que deu um ponto à formação de Tiago Vicente.
A jogar com as linhas bastante recuadas, os leirienses apresentaram-se diante dos 'encarnados' a apostar claramente no contra-ataque e numa defesa organizada e compacta. Por isso mesmo, o Benfica denotou muitas dificuldades em chegar com perigo à baliza de Vítor Lopes e foi apenas aos 28 minutos que conseguiu inaugurar o marcador num passe longo de Filipe Nascimento que acabou nos pés de Rochinha que, com um passe para as costas da defesa, assistiu Gonçalo Guedes que finalizou com pontaria certeira.
A vantagem dos 'encarnados' durou apenas dois minutos já que numa excelente jogada de contra-ataque os leirienses empataram. Miguel Miguel, ex-jogador do Benfica, ganhou no duelo individual no lado direito e serviu Tito que só teve que encostar à boca da baliza.
O Benfica continuou à procura do golo que só voltou a aparecer perto do intervalo (40 min.), numa bela jogada individual de Romário Baldé que ofereceu o golo a Raphael Guzzo (2-1).
A segunda parte começou com a equipa 'encarnada' a querer resolver o jogo, mas a União de Leiria chegou novamente ao empate quando corria o minuto 54 em que Carlos Oliveira foi primorosamente desmarcado e, na cara do guarda-redes do Benfica, não facilitou e fez o 2-2.
A resposta da equipa da casa não demorou muito e, aos 62 minutos, Gonçalo Guedes desmarcou na perfeição Rochinha que só teve que empurrar para o fundo da baliza perante o desamparado Vítor Lopes.
O Benfica continuou por 'cima' da partida, procurando aumentar a vantagem, mas os leirienses taparam todos os caminhos para a sua baliza e foi já no período de compensação dado pelo árbitro que surgiu o momento do jogo. Num livre a meio do meio-campo do Benfica a castigar falta de Ricardo Carvalho sobre Benny, Fred foi chamado à cobrança. E quando todos pensavam que a bola iria ser colocada no 'cacho' de jogadores de que encontrava na área, o médio leiriense chamou para si a responsabilidade e atirou directo para a baliza com o esférico a disferir um arco incrível anichando-se no fundo da baliza de André Ferreira, fixando o resultado final em 3-3.
Empate justo ao cair do pano que acaba por premiar a entrega dos jogadores leirienses que acreditaram até ao apito final, perante um Benfica que foi quase sempre superior, mas pecou em termos defensivos e pagou por isso.
Arbitragem positivo do trio liderado por Miguel Jacob.
.

 Texto: José Roque (Diário de Leiria)

Juvenis : AC Marinhense cai aos pés da Académica nos descontos

Academia Dolce Vita, em Coimbra.
Espectadores: cerca de 100.
Árbitro: João Rafael.
Auxiliares: Jorge Fernandes e João Marques.
.
 
Académica 2
João Gomes; Bruno Simões (Chico, 61’), Lapa (Xavier, 69’), Miguel Batista, João David, Hugo Ribeiro (cap.), Miguel Barreto (Lagoa, 52’), João Assis, Tiago, Rui Matos e JP.
Não jogaram: Afonso, Soqueiro, Portugal e Miguel Henrique.
Treinador: Rui Silva.
.
 AC Marinhense 1
David Santos; João Couto, António Luís, Diogo Vicente, José Ricardo (cap.), Gonçalo Veloso, João Carlos (Gonçalo, 58’), Paulo Antunes (Bruno, 69’), Marcos Santos (Francisco, 79’), Gonçalo Ribeiro e Tiago Letra.
Não jogaram: Leandro, Ricardo Fernandes, André Gil e Mário Ferreira.
Treinador: Sérgio Querido.
.
Ao intervalo: 1-1. Golos: Rui Matos (10’), Marcos Santos (25’) e Xavier (82’).
Amarelos: José Ricardo (7’), JP (52’), Diogo Vicente (62’) e João Assis (80+3’).
.
A Académica até começou bem o jogo: assumiu, desde logo, a responsabilidade da posse de bola, e o Marinhense permitiu e entregou a iniciativa aos caseiros. Esta permissividade deu confiança aos estudantes e, na cobrança de um livre, David Santos foi obrigado a dupla intervenção.
Ao minuto 10, surgiu o primeiro golo do embate. Rui Matos efectuou um fortuito cruzamento/remate que só parou dentro das redes do Marinhense. Logo a seguir, a Briosa poderia voltado a marcar mas o remate final foi interceptado por um defesa. Até aí, a turma da Marinha Grande limitou-se a defender. Mas, aos 20 minutos, os estudantes ficaram em sentido num remate do Marinhense, rasteiro e bem colocado, a obrigar João Gomes a defesa apertada.
Depois da ameaça chegou o golo através de um remate de fora da área de Marco Santos.
A segunda parte começou como acabou, com muito combate e entrega, mas sem arte e assim o jogo tornou-se muito previsível. E a monotonia foi tal que só de bola parada houve sinais de perigo junto às balizas. Foi necessário esperar pelos descontos, para ver Xavier receber uma bola bombeada para a área e num potente remate à meia volta, dar os três pontos à Académica.

 Texto: Hugo Anes (Diário de Coimbra)
 

Iniciados : Custou a marcar mas depois deu goleada

Campo nr.º 2 do Estádio Municipal da Marinha Grande.
Árbitro: José Luzia (Lisboa). 
Auxiliares: João Loureiro e Daniel Santos.
Espectadores: 200.
.
SL Marinha 0
Marco, Rafael (Kiko, 59 min.), Dilan, Ribeiro, Rafa, Tiago, Cláudio, Ricardo Oliveira, Márcio (Gameiro, 50 min.), Miguel Madruga, João Miguel (Kewin, 20 min.). 
Não jogaram: Cardoso, Luís Carlos, André Vitorino.
Treinador: Leonel Leal.
.
União de Leiria 7
Rui, Rafa, Luisão, Vieira, Dédé, Tomás Dinis, Mantorras (Rodrigo Marta, 35 min.), Edu (Cap.) (Lima, 50 min.), Dani, Castanheira, Lucas. Não jogaram: Gonçalo, Bernardo, Fonseca, Luís Gaspar, Pinto.
Treinador: José Horta.
.
Ao intervalo: 0-2.
Golos: 0-1 Dani (31 min.), 0-2 Lucas (35 min.), 0-3 Lucas (46 min.), 0-4 Dani (47 min.), 0-5 Castanheira (54 min.), 0-6 Lima (58 min.), 0-7 Lima (65 min.).
Acção Disciplinar: Nada a assinalar.
.
Em mais um jogo do campeonato nacional de Iniciados, o SL Marinha recebeu na Marinha Grande o líder da competição, a União de Leiria, e acabou goleado por 0-7.
Tendo em conta que jogava frente ao líder destacado da prova, e que soma por vitórias os jogos efectuados, o SL Marinha optou por uma estratégia prudente, bastante defensiva e que, com uma enorme entreajuda entre todos, foi resultando até aos 31 minutos, altura em que Castanheira teve um lance de génio na direita, desequilibrando toda a defensiva do SL Marinha e serviu de bandeira Dani que, no interior da pequena área, só teve de encostar para o golo inaugural.
A partir daí, a equipa treinada por Leonel Leal, que até então se tinha batido bastante bem, nunca mais se encontrou, e com naturalidade a União de Leiria foi aumentando a vantagem no marcador.
O 0-2 surgiu ainda antes do intervalo pelo inevitável Lucas, que aproveitou uma série de ressaltos no interior da pequena área do SL Marinha, para finalizar com êxito. O mesmo Lucas bisou e fez o 0-3 para os leirienses na conversão de uma grande penalidade.
Um minuto depois, foi Dani que, após um passe em profundidade, fez a diagonal perfeita e à saída de Marco, desviou-lhe a bola. Os golos foram aparecendo em catadupa e o 0-5 surgiu pelos pés de Castanheira com um remate estupendo de muito longe.
O 0-6 surgiu aos 58 minutos, com Lima a finalizar com êxito um canto marcado por Lucas na direita. E por último, o 0-7, surgiu perto do final numa excelente jogada colectiva, toda ela ao primeiro toque, com Lima a finalizar com êxito.
Vitória por números que não deixam dúvidas, num jogo em que após o primeiro golo a estratégia do SL Marinha ruiu, e em que a partir daí deu mais espaços, e permitiu aos bons valores da União de Leiria aparecerem no jogo e construírem um resultado volumoso.
Quanto à arbitragem do trio que viajou desde Lisboa, nada a apontar, estiveram simplesmente irrepreensível.

Seniores : Cédric Jorge dá vitória à UD Leiria

Estádio Manuel Marques, T. Vedras
Árbitro: Marco Gomes.
.
Torreense 0
Ricardo Fernandes, Gonçalo Costa, David Crespo, Valter Viegas, Cavalcanti, Mezenga (Luiz Cortez, 73 min.), Kaká (Botas, 76 min.), Capela, Miguel Paixão, João Vieira, Viegas (Kevin, 6
8 min.).
Não jogaram: Ricardo Campos, Dénis, Pedro Almeida, Tomás Costa, Mano.
Treinador: Jorge Vicente.
.
União de Leiria 1
Maranhão, Juvenal, Luiz Carlos, André Sousa, Ricardo Cardoso, Kata, Tiago Lopes  (Pepo, int.), Fábio Coça, Serginho, Hélio Vaz (Danny Rafael, 90+1 min.) e Cédric (Jota, 69 min.).
Não jogaram: João Guerra, Luís Oliveira, Emiliano Tê, Leandro, Dário.
Treinador: Luís Bilro.
.
 
Ao intervalo: 0-0.
Golos: Cédric (52 min.).
Acção Disciplinar: Amarelo a Kaká, Luiz Carlos, Hélio Vaz, Gonçalo Costa, D. Crespo, Juvenal, M. Paixão e Pepo.
.
A UD Leiria conseguiu um triunfo importante em Torres Vedras deixando tudo na mesma no topo da classificação já que os quatro primeiros classificados venceram os seus jogos. Numa partida pobre em termos de futebol praticado, o primeiro tempo praticamente não teve ocasiões de perigo com as defesas a superiorizarem-se aos ataques.
Depois dos primeiros 45 minutos com poucos motivos de interesse, a segunda parte abriu praticamente com o golo leiriense, num cruzamento de Juvenal com Cédric, à segunda, a conseguir colocar o esférico no fundo da baliza de Ricardo Fernandes. Em desvantagem, o Torreense tudo fez para dar a volta ao resultado, mas os leirienses mostraram boa coesão defensiva e mesmo quando a muralha era penetrada, os avançados do Torreense mostraram pontaria desafinada.
Vitória unionista que tem um sabor amargo para a formação de Torres Vedras que, pelo que fez na segunda parte, merecia ter chegado à igualdade. Indiferentes a isso, os leirienses somam e seguem na segunda posição do campeonato, seguindo-se a recepção ao Alcanenense.

Texto: José Roque (Diário de Leiria)
Foto: Glórias UDL

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Juniores : SCL Marrazes goleado na Anadia

8ªJornada - 2ªDivisão Nacional / Juniores Série C - 2013/2014
--
Resultados:
Oliveira Frades 1 - AC.Viseu 2
NDS Guarda 2 - Tocha 2
Tourizense 5 - AD Estação 0
Anadia 6 - SCL Marrazes 2
Tondela 5 - Mealhada 2
--
Classificação:
--
Próxima Jornada 2-11-2013:
AC.Viseu - NDS Guarda
Tocha - Tourizense
AD Estação - Anadia
SCL Marrazes - Tondela
Mealhada - Oliveira Frades
--

Juniores : UD Leiria empata no Seixal

12ªJornada - Campeonato Nacional/Série Sul 2013-2014
--
Resultados:
U.Coimbra 3 - Estoril Praia 1
SL Benfica 3 - UD Leiria 3
Oeiras 1 - Sporting 3
CF Belenenses 2 - Nacional 0
Torreense  3 - Real Massamá 2
Atlético CP 1 - Vitória Setúbal 2
--
Classificação:
--
Próxima Jornada 2-11-2013:
V. Setúbal - U.Coimbra
Estoril Praia - SL Benfica
UD Leiria - Oeiras
Sporting - Belenenses
Real Massamá - Atlético
Nacional - Torreense
 .

domingo, 27 de outubro de 2013

7ªJornada Campeonato Nacional de Seniores - Série F (2013-2014)

Resultados:
Mafra 2 - Carregado 1
Alcanenense 0 - AD Portomosense 0
Torreense 0 - UD Leiria 1 (Cédric Jorge)
Lourinhanense 4 - AT. Riachense 1

CD Fátima 1(Pedro Emanuel) - Caldas SC 0
--
Classificação:
--
Próxima Jornada 3-11-2013:
CD Fátima - Carregado
AD Portomosense - CD Mafra
UD Leiria - Alcanenense
AT.Riachense - Torreeense
Caldas SC - Lourinhanense
.

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Seniores : União tocou no céu e caiu de cabeça erguida

Maranhão, Juvenal, André Sousa, Kata (Rui Bento, 90 min.), Danny Rafael (Luís Oliveira, 88 min.), Emiliano Tê, Tiago Lopes, Fábio Coça, Serginho, Hélio Vaz (Dário, 72 min.) e Cédric.
Não jogaram: João Guerra, Leandro, Jota, Pepo.
Treinador: Luís Bilro.
Amarelos: Danny Rafael (32), Juvenal (101), Emiliano (113).
Golos: Hélio Vaz (50 min.)
.

Tondela 3
Armando, Pedrosa, Pica (Robson, 69 min.), Palmeira, João Vicente, Fábio Pacheco, Calé (Tiago Barros, 90 min.), Jô (Evandro Brandão, 80 min.), Boubacar, Dally, Tozé Marreco.
Não jogaram: Ricardo Andrade, Márcio Sousa, Edson, Fausto.
Treinador: Vítor Paneira.
Amarelos: Pica (54), Palmeira (76), Dally (84), Boubacar (101), João Vicente (111), Evandro Brandão (119)
Golos: Tozé Marreco (62 min.), Robson (108 min.), Dally (115 min.).
.
A UD Leiria ‘caiu’ na Taça de Portugal na 3.ª eliminatória (1-3) frente a um Tondela que teve de se aplicar para afastar o conjunto leiriense que realizou uma partida em que o colectivo ia causando estragos contra as individualidades da formação do distrito de Viseu.
Partindo como favorito teórico para o jogo, o Tondela foi quem mais posse de bola deteve nos primeiros instantes contra a UD Leiria que fazia da sua organização um dos principais entraves às investidas tondelenses.
Apesar de tudo, os primeiros 25 minutos foram equilibrados com nenhuma das equipas a conseguir criar perigo. A primeira situação pertenceu a Hélio Vaz ao desviar uma bola cruzada por Fábio Coça em que Armando interceptou bem para canto. Pouco depois, respondeu o Tondela num lance infeliz de Juvenal que deixou Calé com tudo para fazer o golo, mas o extremo demorou uma eternidade à frente de Maranhão e o lance perdeu-se.
De seguida foi novamente o Tondela a criar perigo na sequência de um lançamento lateral longo para a área com Boubacar a proporcionar uma defesa atenta a Maranhão. Em ‘cima’ do adversário, o Tondela podia ter-se adiantando no marcador quando Danny Rafael atrasou a bola com o peito para Maranhão, com Tozé Marreco a interceptar o lance, mas o remate saiu incrivelmente por cima da baliza.
O segundo tempo começou praticamente com o golo da UD Leiria num lance que começou em Maranhão ao lançar o contra-ataque e Fábio Coça, depois de tirar um adversário da frente, serviu de bandeja Hélio Vaz que só teve que encostar para o golo.
Os leirienses aumentavam a esperança de ver a sua equipa seguir em frente, mas foi ‘sol de pouca dura’ já que o Tondela chegou ao empate com Tozé Marreco a empurrar a bola para dentro da baliza. Animados com o golo marcado, o Tondela voltou a comandar por completo as operações tendo criado algumas situações de apuro, a última das quais em que Calé permitiu uma defesa por instinto a Maranhão quando já se gritava golo nas bancadas.
No prolongamento, a UD Leiria acusou um pouco o desgaste com o Tondela a conseguir marcar por Robson e Dally, este último num remate de belo efeito, fixando o resultado final em 1-3.
Vitória justa do Tondela, mas o resultado é exagerado pelo que aconteceu dentro das quatro linhas, em que os leirienses, pela luta constante que empregaram ao jogo durante os 120 minutos, talvez merecessem o desfecho por grandes penalidades.
Arbitragem irregular do trio que viajou de Lisboa, mas sem influência no resultado.
 
 Texto: José Roque (Diário de Leiria)
Foto: Luis Filipe Coito
 

 

Juvenis : União de Leiria esbarra contra muralha do Repesenses

Campo da Mata, Santa Eufémia
Árbitro: Fábio Piló (Leiria).
Auxiliares: Bruno Vicente e Vasco Marques.
Espectadores: 80.
.
União de Leiria 0
João Pedro, Alexandre, Gabi, Migas, Ricardo, Jordão, Rudy, Gaio (Marcelo, 68 min.), Pê (Botas, int.), Renato (Lucas, 74 min.), Sousa. 
Não jogaram: André, Ralfe, Jorgito, Agostinho.
Treinador: Jorge Raimundo.
.
Repesenses 0
Nando, João Costa, Francisco Leão, António, Diogo, Santana, Ramalho (Ari, 60 min.), Gabriel (Daniel, 80+2 min.), Miguel, Rafael, João Silva (Rui Pedro, 73 min.).
Não jogaram: Alexandre.
Treinador: José Barbosa.
.

Ao intervalo: 0-0.
Acção Disciplinar: Amarelo a Nando (14 min.), Miguel (48 min.), Rudy (58 min.), Jordão (78 min.).
.
 A UD Leiria não foi além de um empate (0-0) na recepção ao Repesenses, isto apesar de ter dominado a partida por completo e de ter disposto das melhores oportunidades. Denotando superioridade em todos os domínios do jogo, a UD Leiria jogou a seu bel-prazer, contudo sem conseguir apresentar um futebol de qualidade que lhe permitisse chegar à vitória.
A melhor fase dos leirienses apareceu perto do intervalo com três oportunidades de golo sucessivas. Primeiro, Alexandre tentou a longa distância para uma grande defesa de Nando. Depois, o guarda-redes alentejano esteve em destaque ao defender um remate cruzado de Renato e, na sequência de um canto, a parar o 'tiro' de Sousa à entrada da área. No segundo tempo, a UD Leiria deu seguimento ao desperdício com Botas e Sousa a mostrarem-se perdulários. Já no período de compensação, surgiu a melhor oportunidade para os leirienses num contra-ataque em superioridade numérica, mas nem Lucas nem Botas tiveram arte ou engenho para rematar à baliza, e teve que ser Jordão a tentar a sua sorte à entrada da área, com o remate a sair a centímetros do poste.
Empate que soou a injusto, apesar de ter havido várias unidades nos leirienses que estiveram abaixo do previsto, contrapondo com a exibição de Jordão, contra um Repesenses que foi inofensivo.
.

 Texto: José Roque (Diário de Leiria)
Foto: Wilson Venâncio


Juvenis : Marinhense usou a eficácia para bater aveirenses

Estádio Mário Duarte, em Aveiro
Árbitro: Augusto Costa (Aveiro).
Auxiliares: Alcino Soeiro e Hélder Ferreira.
Espectadores: 100.

.
SC Beira-Mar 1
João Pedro, Bruno, Ramon, Guga, Mango, Neves, Ladeiro (Marcos, 76 min.), André, Regêncio (Nuno, 60 min.), Rafa (João Gonçalves, 70 min.) e Lane.
Treinador:Zé Maria.
.
AC Marinhense 2
David, João Couto, António Luís, Diogo Vicente, José Ricardo, Gonçalo, João Carlos (Bruno Godinho, 55 min.), Paulo Antunes (João Duarte, 76 min.), Marco (André Gil, 80+1 min.), Gonçalo Ribeiro e Tiago Letra.
Treinador: Sérgio Querido.
.
Ao intervalo: 1-1.
Golos: Bruno (2 min.), Paulo Antunes (3 min.) e Marco (79 min.).
Acção Disciplinar: Amarelo a Rafa (65 min.) e Diogo Vicente (76 min.).
.
Num jogo de qualidade, ganhou quem conseguiu ser mais eficaz. Os dois treinadores apresentaram algo pouco comum em campo, mesmo em escalões de formação, ou seja, colocaram as equipas a jogar um futebol positivo, vistoso, com ideias e princípios bem assumidos e definidos.
Mesmo com os olhos postos na baliza do adversário, as duas equipas jogaram, contudo, de forma distinta. O Beira-Mar, mais ambicioso, apresentou muito mais posse de bola, enquanto o Marinhense revelou-se mais expectante, mas quando ganhava a bola sabia o que fazer, contribuindo, para isso, Paulo Antunes, um médio pequeno em altura mas com muito futebol nos pés.
O jogo começou com golos. Dois em dois minutos. Um para cada equipa. Bruno marcou para o Beira-Mar e Paulo Antunes restabeleceu a igualdade para o Marinhense. Este equilíbrio inicial estendeu-se durante todo o encontro, com as equipas a jogarem bem, mas a terem poucas oportunidades para finalizar.
E foi já nos últimos dois minutos que tudo se decidiu. André Santos permitiu uma grande defesa a David ao minuto 79 e Marco não se fez rogado perante João Pedro no minuto 80. O vencedor decidiu-se aí, pela eficácia. Quem não marcou, sofreu.
O trio de arbitragem teve uma prestação positiva.
 

 Texto: A. Silva e R. Carvalhal (Diário de Leiria)
Foto: Diário de Aveiro


Taça de Portugal : Caldas assustou Gil Vicente mas acabou goleado para a Taça

Estádio Cidade de Barcelos
Árbitro: Vasco Santos (Porto).
Espectadores:1200.
.
Gil Vicente 5
Caleb, Éder, Pek’s, Danielson, Vítor Vinha, Leandro Pimenta, Vítor Gonçalves (Nelson Agra, 78 min.), João Vilela, Brito (Avto, 60 min.), Diogo Viana e Paulinho (Simi, 65 min.). Não jogaram: Adriano Facchini, Halisson, Luís Martins, Luan Scapolan.
Treinador: João de Deus.
.
Caldas 0
Luís Paulo, Militão, Almeida, Sidibe, Frias, Cosme, Mustafá, Simões (André Jesus, 62 min.), Telmo (Samir, 51 min.), Bacari (João Rodrigues, 78 min.) e Fábio Sabino.
Não jogaram: Dabó, Guerra, Farinha e Morgado.
Treinador: Ricardo Moura.
.
Ao intervalo:1-0.
Golos: Diogo Viana (45 min), Danielson (72 min), Avto (77 min), João Vilela (82 e 85 min., g.p).
Acção Disciplinar: Amarelo a Éder (10 min.), Vítor Lopes (31 min.), André Cosme (82 min.) e André Frias (85 min.).
.
O Caldas foi eliminado da Taça de Portugal ao perder diante do Gilvicente por 5-0. O resultado é demasiado pesado e não reflecte as dificuldades dos gilistas, sobretudo no primeiro tempo.
Diogo Viana, Danielson, Avto e João Vilela (2) foram os autores dos golos que ditaram o apuramento da formação de Barcelos, da I Liga, na 3.ª eliminatória da Taça de Portugal, num jogo em que os barcelenses venceram bem mas tiveram pela frente um adversário aguerrido e lutador, que se apresentou muito bem organizado e com uma excelente consistência defensiva.
A primeira oportunidade de golo do encontro até pertenceu aos homens das Caldas da Rainha, que aos 10 minutos, desperdiçaram uma grande penalidade a castigar um corte com a mão na área de Éder. Telmo assumiu a responsabilidade de cobrar o castigo máximo, mas rematou por cima da baliza dos anfitriões.
O Gil Vicente, algo adormecido e sem ideias para contrariar a estratégia adversária, só fez o seu primeiro remate intencional à baliza de Luís Paulo aos 36 minutos, quando Leandro Pimenta tentou a sorte de longe.
Em cima do minuto 45, na cobrança de um livre directo, Diogo Viana inaugurou o marcador e os locais saíram em vantagem para o intervalo. A segunda parte começou com uma perdida incrível de Diogo Viana, mas o extremo redimiu-se aos 72 minutos, quando serviu, com um cruzamento da direita, o defesa central Danielson, que fez o segundo golo.
Depois do golo de Ayto, aos 77, seguiu-se a quebra física dos jogadores caldenses e a equipa comandada por João de Deus chegou à goleada, com o árbitro a assinalar duas grandes penalidades no espaço de três minutos, ambas concretizadas por João Vilela.
 
Diário de Leiria

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Juvenis : Caldas SC perde em casa frente ao Sporting

7ºJornada - Campeonato Nacional de Juvenis/Série D - 2013/2014
--
Resultados:
Caldas 0 - Sporting 3
Alverca 1 - Real 0
CADE 1 - O Elvas 1
SL Benfica 5 - Sacavenense 0
Casa Pia 1 - Eléctrico 1
--
Classificação:
--
Próxima Jornada 27-10-2013:
O Elvas - Alverca
Eléctrico - SL Benfica
Sacavenense - CADE
Casa Pia - Sporting
Real Massamá - Caldas SC
 .

Juvenis : AC Marinhense vence em Aveiro ; UD Leiria empata frente ao Repesenses

Jornada - Campeonato Nacional de Juvenis/Série C - 2012/2013
---
Resultados:
SC Beira Mar 1 - AC Marinhense 2
Académico Viseu 4 - Naval 1ºMaio 0
SC Covilhã  0 - NDS Guarda 1
UD Leiria 0 - Repesenses 0
Académica 2 - Anadia 2
--
Classificação:
--
Próxima Jornada 27-10-2013:
Naval - SC Beira Mar
Repesenses - SC Covilhã
Anadia - UD Leiria
Académica - AC Marinhense
NDS Guarda - Ac. Viseu
.

Iniciados : 8ªJornada do Campeonato Nacional / Série E 2013-2014

Resultados:
SL Cartaxo 0 - SL Marinha 0
UD Leiria 3 - Elétrico 0
Salvaterrense 3 - Torreeense 2
Caldas SC 4 - CD Fátima 0
CADE 5 - O Elvas 0
--
Classificação:
--
Próxima Jornada 27-10-2013:
CD Fátima - CADE
SL Marinha - UD Leiria
Eléctrico - Salvaterrense
Torreense - Caldas SC
O Elvas - SL Cartaxo
-

sábado, 19 de outubro de 2013

Taça de Portugal : Resultados da 3ªEliminatória

Resultados:
Sporting 8 - Sport Clube de Alba 1
Cinfães  0- SL Benfica 1 (Ola Jonh)
FC Porto 1 (Varela) - Trofense 0
Penafiel 4- Operário 3
Fafe 6 - Piense 0
Camacha 2 - Vilaverdense 1
Lusitano Vildemoinhos 1 - Olhanense 2
Vitória Setúbal 3 - Alcanenense 1
CD Mafra 0 - Beira Mar 1 (Dieguinho)
Sertanense 2 - Grandolense 0
Portimonense 0 - Cova da Piedade 0 (3-5 g.p)
Marítimo 3 - Freamunde 1
U. Leiria 1 - Tondela 3 (a.p)
Atlético 1 - Santa Eulália 0
UD Oliveirense 1 - P. Ferreira 3
Oriental 1 - Académico Viseu 1 (3-5 g.p)
Leixões 1 - Felgueiras 0
Fátima 0 - V. Guimarães 3
Varzim 1 - Arouca 4
Gafetense 0 - Sp. Braga 2
Benfica Castelo Branco 1 - D. Chaves 2
Sp. Covilhã 2 - Santa Clara 1
Louletano 0 - Famalicão 2
Moreirense 0 - Estoril Praia 2
Santa Maria 1 - Nacional 0
Ribeirão 2 - São João de Ver 0
Aljustrelense 0 - Desportivo das Aves 1
Belenenses 2 - Académica 2 (2-4 g.p)
Feirense 2 - Farense 2 (5-3 g.p)
Gil Vicente 5 - Caldas SC 0
Esperança Lagos 0 - Rio Ave 3
Loures 0 - AD Oliveirense 3
---
Equipas Apuradas : SL Benfica, FC Porto, Penafiel, Beira-Mar, Paços de Ferreira, Leixões, Vitória de Guimarães, SC Braga, SC Covilhã,  Estoril Praia, Desportivo das Aves

Juniores : Beneditense goleia Mafra ; Caldas empata

7ªJornada - 2ªDivisão Nacional / Juniores Série D - 2013/2014
-
Resultados:
SL Cartaxo 2 - Casa Pia 2
Sintrense 1 - Oriental 1
Caldas SC 0 - Alverca 0
Beneditense 4 - Mafra 1
CAC Pontinha 1 - Sacavenense 3
-
Classificação:
-
Próxima Jornada 26-10-2013:
CAC Pontinha - Casa Pia
Oriental - SL Cartaxo
Alverca - Sintrense
Mafra - Caldas SC
Sacavenense - Beenditense
-

Juniores : UD Leiria vence em Coimbra

11ªJornada - Campeonato Nacional/Série Sul 2013-2014
--
Resultados:
Torreeense 0 - Atlético CP 2
CF Belenenses 5 - Real Massamá 1
Oeiras 5 - Nacional 1
SL Benfica 3 - Sporting CP 3
União Coimbra 0 - UD Leiria 1
Estoril Praia 1 - Vitória Setúbal 1
--
Classificação:
--
Próxima Jornada 26-10-2013:
U.Coimbra - Estoril Praia
SL Benfica - UD Leiria
Oeiras - Sporting
CF Belenenses - Nacional
Torreense - Real Massamá
Atlético CP - Vitória Setúbal
 .

Juniores : SCL Marrazes perde em casa frente ap Tourizense

7ªJornada - 2ªDivisão Nacional / Juniores Série C - 2013/2014
--
Resultados:
Tocha 1 - Académico Viseu 0
AD Estação 2 - NDS Guarda 2
SCL Marrazes 0 - Tourizense 3
Mealhada 1 - Anadia 1
Oliveira Frades 1 - Tondela 2
--
Classificação:
--
Próxima Jornada 26-10-2013:
Oliveira Frades - AC.Viseu
NDS Guarda - Tocha
Tourizense - AD Estação
Anadia - SCL Marrazes
Tondela - Mealhada
--

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Seniores : Miguel Pardal é o novo treinador da AD Portomosense

Miguel Pardal é o sucessor de Ricardo Silva no comando técnico do Portomosense, tendo sido apresentado ao plantel no treino de ontem. Trata-se de um regresso ao clube de Porto de Mós já que Miguel Pardal orientou pela última vez a equipa de juniores do clube no campeonato nacional, há quatro anos.
"Foi o nome mais consensual  dentro da direção", referiu o presidente do Portomosense Luís Costa, acrescentando ainda que foi pedido ao técnico de 45 anos que "faça o melhor possível, o que passa pela manutenção". Miguel Pardal tem a tarefa de tirar a equipa do último lugar no CNS onde soma apenas um ponto.
 
Diário de Leiria

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Kata reforça União de Leiria

Nuno Cunha, mais conhecido no mundo do futebol como ‘Kata’, vai representar a UD Leiria até ao final da época. Aos 35 anos, o médio defensivo volta a abraçar a carreira de jogador num regresso a uma casa que tão bem conhece, isto depois de ter começado a época como treinador-adjunto no Fátima.
Com uma carreira recheada que experiências ao mais alto nível no futebol nacional e internacional, Kata acredita que pode ajudar os leirienses a voltar à ‘ribalta’, mostrando-se entusiasmado com o projecto.
“O clube queria alguém com experiência e conhecimento desta divisão e fiquei muito agradado com o convite. A União de Leiria não está a fazer o campeonato que está a fazer por um mero acaso. Está rodeado de pessoas sérias e aquilo que posso prometer é que irei empenhar-me ao máximo, com todo o profissionalismo e seriedade, para ajudar o clube a voltar a ser aquilo que já foi”, assumiu Nuno ‘Kata’.
 
www.diarioleiria.pt

Seniores : Ricardo Silva de saída da AD Portomosense

O técnico Ricardo Silva e o Portomosense, rescindiram por mútuo acordo, o vínculo até ao final da temporada. A decisão foi tomada ontem à noite, numa reunião entre ambas as partes.
Ao fim de seis jornadas o Portomosense soma apenas um ponto e na última jornada perdeu por 3-0, diante do Torreense. O clube de Porto de Mós já procura um sucessor, existindo a possibilidade de o clube escolher uma solução interna para orientar o clube até ao final da época.
 
O Derbie

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Cédric Jorge (UD Leiria) e Feliciano (CD Fátima) na liderança dos Melhores Marcadores do Campeonato Nacional / Série F

5 Golos : Feliciano (CD Fátima) e Cédric Jorge (UD Leiria)
4 Golos : Pedro Emanuel (CD Fátima) ; João Vieira (Torreense)
3 Golos : Carioca (Atlético Riachense) ; Rafael Silva (Carregado)  ; Tiago Rente (CD Mafra) ; Hélio Vaz (UD Leiria)
2 Golos :  Pedro Mendes (AD Portomosense) ;  Angola (Carregado) ; André Perre (CD Fátima) ; Pedro Fonseca (Lourinhanense) ; Tiago Costa  e Alisson Patrício (Mafra) ;  Capela (Torreense) ; Serginho (UD Leiria)
1 Golo : Afonso (AD Portomosense) ; Filipe Faia, Francis, Jamerson e Ragner (Alcanenense) ; Telmo e Rui Almeida (Caldas SC) ;  Cesário, Chico e Artur Lourenço (Carregado) ; Nélson Sousa, Flávio Igor e Jorge Neves (CD Fátima) ; Thomas Silva, Hugo Pinto, Gonçalo Ventura, Luís Veloso e Fábio Portela (Lourinhanense) ; Yang Tang e Samiro (Mafra) ; David Crespo  (Torreense) ; Danny Rafael, Luís Carlos, Dário Marquês, Fábio Coça (UD Leiria)