segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Danny Rafael (Beneditense) em entrevista exclusiva

Danny Rafael, é um jogador jovem formado no Beneditense, joga a defesa-esquerdo, representa actualmente a Associação Beneditense de Cultura e Desporto da 3ª Divisão Nacional. Começou a sua carreira desportiva no Beneditense, passando por todos os escalões do clube.
Estivemos á conversa com ele:
 .
FDL Danny conta-nos como começas-te a tua carreira como jogador?
Danny
-
Comecei quando o Beneditense abriu as camadas jovens em 1999, por volta dos 10 anos, no escalão de “Escolas”. Mas não foi um início fácil, visto que a minha família não estava muito de acordo. Naquela altura a influência dos colegas falou mais alto e desde aí já passaram uns bons 11/12 anos.
 .
FDL – Como te descreves enquanto jogador?
Danny –
Não é uma pergunta fácil, não sou a melhor pessoa para o fazer… mas defino-me como um jogador de equipa, bom técnicamente e tacticamente, que sempre que pode gosta de subir no terreno do jogo.
 .
FDL – Quais os melhores e piores momentos que guardas desta tua carreira de jogador?
Danny –
Já tive bons momentos, como ganhar o torneio Inter-Associações pela Selecção Distrital de Leiria em Óbidos no ano 2001 quando ainda era infantil, ganhar o campeonato de juvenis em 2005/2006, a taça distrital de Leiria em juniores no ano 2006/2007, a estreia pelos seniores contra o Vidreiros quando ainda era júnior, mas agora ao ter jogado a taça de Portugal pelo Beneditense e ter ganho, digamos que foi maravilhoso, soube mesmo bem. O pior sem dúvida que foi em 2005 quando tive de ser operado ao menisco e estive bastante tempo afastado.
 .
FDL - Qual o treinador que te marcou mais ao longo destes anos que tens jogado futebol?
Danny -
Tive alguns, o Paulo Luís (Casca) que foi o meu primeiro treinador, Filipe Sardinha, que me acompanhou durante bastante tempo e ao qual estou bastante agradecido por tudo, Zé Pedro por ter sido o treinador que nos levou há conquista do campeonato de juvenis e por fim o meu treinador actual, Mauro Pulquério, foi o treinador que me lançou nos seniores e que me ajudou bastante na transição juniores/seniores….sem dúvida alguma o treinador que mais me fez evoluir em todos os níveis. Houve mais treinadores que me marcaram e que não estão esquecidos mas estes foram talvez os mais importantes.
 .
FDL – Qual é o jogador que mais admiras no mundo  do futebol?
Danny –
O jogador que mais admiro no futebol, já não joga, mas pela liderança em campo, respeito que os adversários tinham por ele, pelo seu valor futebolístico e por toda a sua carreira dedicada ao mesmo clube é o Paolo Maldini o eterno “3”.
 .
FDLTens objectivos para representar um clube de mair dimensão? Quais?
Danny – Claro que sim! Se não tivesse nem sequer jogava há bola. Penso que qualquer atleta independentemente do desporto que pratica senão tiver ambição e querer mais, para ele próprio e para a equipa, deve pensar seriamente em deixar de praticar... O que fazer para lá chegar?.. trabalhar e aprender com os colegas e treinadores, depois é uma questão de sorte.
FDL – Este fim-de-semana  integras-te a comitiva do Beneditense que se deslocou aos Açores, para defrontar o Praiense, conta-nos como vives-te esta experiência?
Danny –
Quase que nem há palavras para descrever esta “aventura”, por várias razões..foi a 1ª vez que andei de avião(risos), estreia na taça de Portugal pelo meu clube do coração, pela vitória e pela entrega, coragem e grande vontade de vencer que o nosso grupo mostrou, visto que nem 2 semanas de treino tínhamos. Portanto foi maravilhoso.
.
FDL – Com a vitória na 1ª Eliminatória da Taça de Portugal, a equipa segue para a 2ª eliminatória, quais são os teus objectivos nesta comepetição?
Danny – Tenho apenas 1…ir o mais longe possível.
.
FDL – Com o regresso do clube á 3ª Divisão Nacional, qual é o objectivo da equipa e o teu pessoalmente?
Danny – Da equipa é entrar em todos os jogos com o objectivo de os vencer. Pessoalmente quero continuar a evoluir e ajudar a equipa nos seus objectivos e a partir daí tudo o que vier a mais será bom.
.
FDL – Obrigado pela tua desponibilidade, e boa sorte para esta época desportiva.
Danny – Eu é que agradeço este convite. Abraço e boa continuação.
Micael Rodrigues

3 comentários: