quarta-feira, 12 de março de 2014

Iniciados : UD Leiria vence ‘velhos rivais’ e está a um ponto da fase final

Academia Dolce Vita, em Coimbra
Árbitro: Nuno Vaz (Viseu). 
Auxiliares: Luís Coimbra e António Oliveira.
Espectadores: 120. 
.
Académica 1
Miguel Mendes; Nelson Pereira (David Carvalho, int.), João Vilela, Rui Rua, Ruben Santos, Henrique Lourenço (Mané, 55 min.), Coutinho, Bruno Silva, Leandro, Rodrigo e Leonel Felícia (Rafa, int.) (Tiago 48 min.). 
Não jogaram: Luís, André Teixeira e Nuno Cruz.
Treinador: Marinho.
.
UD Leiria 3
Rui Santos; Luisão, Gonçalo Cruz, Diogo Vieira, Renato, Edu, Mantorras, Marta (Igor Sousa, 69 min.), Tiago Costa, Tomás Dinis e Lucas Reis (Luís Pinto, 64 min.). 
Não jogaram: Gonçalo Matos, Dani, Hugo Fonseca e André Jorge.
Treinador: José Horta.
.
Ao intervalo: 0-1. 
Golos: 0-1 por Edu (27 min.); 0-2 por Tiago Costa (53 min.); 1-2 por Leandro (59 min.); 1-3 por Edu (63 min.).
.
A equipa de iniciados da Académica perdeu (1-3) com a UD Leiria num jogo que era decisivo para a formação de Coimbra e que deixa os leirienses a precisar apenas de conquistarem um ponto nas últimas três jornadas para garantirem a passagem à terceira fase. 
Necessitada de pontos para poder continuar a sonhar com a passagem à fase final, a turma de Marinho entrou bem na partida, a dominar o jogo a meio-campo.
Nos primeiros 15 minutos conquistou dois cantos e não deixou que a UD Leiria tomasse qualquer iniciativa ofensiva. Apesar do controlo, ambos os guarda-redes pouco mais foram do que meros espectadores. 
Contra a corrente, surgiu, aos 27 minutos, o 'golaço' da manhã. Após um corte de Miguel Mendes já fora da sua grande área, o capitão dos visitantes, Edu, aproveitou o ressalto junto da linha do meio-campo para fazer um 'chapéu' perfeito ao guardião academista. Um golo de levantar qualquer estádio, mas que injustiçava os esforços dos estudantes em toda a primeira parte. 
A Académica tentou reagir, mas sem sucesso, verificando-se a vantagem da UD Leiria ao intervalo.

UD Leiria mais forte

O início do segundo tempo trouxe uma Briosa com o mesmo registo. Dominante, mas que teimava em não criar situações de perigo junto das redes adversárias. Só aos 42 minutos Coutinho tentou o remate já dentro de área ao qual se opôs Rui Santos numa defesa a dois tempos.
A ineficácia dos homens da Académica foi, uma vez mais, castigada aos 53 minutos. Numa jogada bem trabalhada pelo meio-campo leiriense, Tiago Costa recebeu a bola nas costas dos centrais academistas e à saída do guarda-redes só teve de colocar a bola no fundo da baliza. 
Volvidos apenas seis minutos deu-se a reacção academista. Leandro, matreiro, aproveitou um desentendimento na defensiva da UD Leiria para conquistar a bola e reduzir o marcador para a margem mínima. Faltavam ainda jogar 10 minutos e a Académica voltava a acreditar. O mesmo Leandro, poucos instantes depois, rematou sobre a barra de Rui Santos. A Briosa estava por cima, mas não conseguia chegar ao empate.
Aos 63 minutos, o 'balde de água fria' para os homens da casa: Edu ultrapassou a defensiva de Coimbra e facturou o segundo da conta pessoal. Um remate fortíssimo e bem colocado ao canto superior direito que deixou Miguel Mendes sem qualquer hipótese de defesa.
A turma de Marinho bem lutou, mas pagou caro a ineficácia ofensiva. Com a derrota caiu assim por terra a possibilidade de apuramento, enquanto para os leirienses só falta mesmo carimbar nas próximas jornadas o passaporte para poder discutir o título de campeão nacional.

Texto: José Miguel Simões (Diário de Leiria)
Foto: Figueiredo (Diário de Coimbra)

Sem comentários:

Enviar um comentário