quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Seniores : Fábio Sabino decisivo para a vitória do Caldas

Campo da Mata, nas Caldas
Árbitro: Bruno Ventura (Coimbra).
Espectadores: 150.

Caldas 2
Luís Paulo, Militão, Rui Almeida, Sibidé, Flávio, André Cosme, Mustafá, Telmo (Morgadinho, 76 min), Bacari (Luís Farinha, int.), Fábio Sabino e Samir (João Rodrigues, 82 min).
Treinador: Ricardo Moura.
.
Lourinhanense 0
Adolfo Leite, Luís Veloso, Hugo Pinto, Hugo Évora (Valdemar Mané, 70min), Marco Ramos, Paulo Inácio, João Fer
reira, Daniel Nunes, Thomas Gregg (Fábio Portela, 63min), Pedro Fonseca (Paulinho, 78min) e Ricardinho.
Treinador: Alberto Bastos Lopes.

.
Ao intervalo: 0-0.
Golos: 1-0 Fábio Sabino (52 min) e 2-0 Fábio Sabino (63min).
Acção Disciplinar: Amarelo Rui Almeida (45 min), Hugo Évora (49 min), Militão (85 min) e Luís Paulo (90+1 min).
.
O Caldas regressou às vitórias ao vencer o Lourinhanense por 2-0, num jogo incaracterístico e com poucas situações de golo em ambas as balizas.
Frente ao Lourinhanense, o conjunto de Ricardo Moura foi uma equipa mais pragmática, acabando por conseguir na segunda parte a vitória na partida.
Os primeiros 45 minutos tiveram poucos motivos de interesse, com o jogo a ser muito disputado a meio-campo. Ao intervalo, o resultado ajustava-se na perfeição face ao que ambos os conjuntos produziram na partida.
Ao intervalo, Ricardo Moura mexeu na equipa, fazendo entrar Luís Farinha para o lugar do avançado Bacari. Aos 52 minutos, o Caldas chegou ao golo por Fábio Sabino, que aproveitou na perfeição uma desatenção da defesa do conjunto de Alberto Bastos Lopes (ex-treinador do Peniche).
O Caldas cresceu na partida, fruto do golo obtido e pouco tempo depois o mesmo jogador aproveitou uma desatenção defensiva e facturou novamente. A formação da casa passou a controlar o jogo, perante um Lourinhanense que não teve argumentos para contrariar verdadeiramente o guarda-redes Luís Paulo.
Vitória importante do Caldas que vinha de duas derrotas consecutivas, uma para a Taça de Portugal e outra para o campeonato. O influente Fábio Sabino foi uma vez mais decisivo.
Boa arbitragem do árbitro que viajou de Coimbra. 

 Texto: Cid Ramos (Diário de Leiria)



Sem comentários:

Enviar um comentário