quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Seniores : Caldas SC derrota Beneditense

 
4ªJornada - 3ª Divisão Nacional/Série D 2012-2013
Parque de Jogos Fonte da Senhora
Árbitro: Ricardo Vaz (AF Santarém) auxiliado por Rui Alves e Tito Mendonça

Beneditense 1 – D. Soares; Nelson, Bruno Oliveira, Élio e Danny; Twix e Dimas; Lucas Grilo (Serrazina 65`), Pimenta e Mayckol (Batuto 84`); Calado (Cláudio 76`).
Suplentes não utilizados: Ricardo Santos, Diogo Gomes, Samuel Matias e José Colaço
Treinador: Vítor Alexandre
.
Caldas SC 2 – Luís Paulo; André Jesus, João Pinto, Rui Almeida e Ricardo Cardoso; Miguel Guerra (Pidocha 68`), Morgado (78`) e André Simões; Miguel Andrade (Daniel 63`); João Rodrigues e Sabino.
Suplentes não utilizados: João Nunes, Thomas Militão, Marco Duarte e Bruno Francisco.
Treinador: José Simões
.
Ao intervalo: 0-1
Golos: 0-1 por André Simões 32`; 1-1 por André Jesus 50`(AG) e 1-2 por Pidocha (87`).
Acção disciplinar: cartão amarelo para João Pinto (23`), Nelson (43`), Miguel Guerra (55`), Rui Almeida (61`), Flávio (88`) e André Simões (90+2`).
.
Num jogo a contar para a 4ª jornada do Campeonato da 3ª Divisão, Série D, a formação do Caldas Sport Clube visitou o reduto do Beneditense.
Entrada forte da equipa da casa, criando logo a abrir uma excelente oportunidade para abrir o ativo. Cruzamento rasteiro, largo, de Danny, para a grande área caldense, onde Lucas Grilo obrigou Luís Paulo a uma defesa muito apertada. Desde cedo se assistiu a um jogo muito disputado, respondendo os visitantes com um futebol de posse, ao futebol mais combativo da equipa da casa. O primeiro lance que obrigou Diogo Soares a aplicar-se foi provocado por um remate do maestro caldense Miguel Andrade, que em zona frontal obrigou o guardião beneditense a uma intervenção pouco ortodoxa. Num ritmo muito interessante, sempre com o jogo equilibrado, a equipa do Caldas chegou ao golo num lance que teve tanto de incomum como de genial. André Simões, com o seu soberbo pé esquerdo inaugurou o marcador na transformação de um canto direto.
Na segunda parte a equipa da casa entrou determinada a chegar à igualdade. Volvidos apenas cinco minutos do reatamento, o Beneditense chegou ao golo da igualdade. Danny bateu um canto para uma zona muito próxima à baliza caldense, contando com a infelicidade do capitão André Jesus, que introduziu a bola na própria baliza.
Embalados pelo tento da igualdade, os beneditenses partiram em busca de novo golo. Porém, e apesar de ter tido um período de grande fulgor ofensivo, os caldenses fizeram valer-se da sua maior experiência, mantendo sempre o jogo sob controlo, acabando por chegar ao golo da vitória. Falta de Serrazina à entrada da sua grande área, num lance que mereceu imensos protestos dos visitados, convertido de forma excepcional por Pidocha, num gesto técnico soberbo. Vitória perfeitamente aceitável dos visitantes, perante uma réplica fantástica dos beneditenses.

Tiago Couto

1 comentário:

  1. Alguem me explica como o Bruno Francisco não é titular nesta equipa?

    ResponderEliminar