segunda-feira, 15 de outubro de 2012

João Bartolomeu detido

João Bartolomeu, antigo presidente do UD Leiria, foi detido, esta segunda-feira, pela Polícia Judiciária de Leiria, por suspeita da prática dos crimes de burla e falsificação de documentos.Segundo noticia o Jornal de Notícias, o empresário foi detido em sua casa, durante a manhã, pelos inspetores, tendo acompanhado os inspetores da PJ em várias buscas realizadas na sua habitação e na de familiares, assim como na sua empresa. João Bartolomeu vai passar a noite detido e será presente esta terça-feira, muito provavelmente pela manhã, ao juiz de instrução criminal do Tribunal de Leiria.

in A Bola

5 comentários:

  1. João Bartolomeu foi detido15 de outubro de 2012 às 23:15

    O ex-presidente da União de Leiria João Bartolomeu foi detido esta segunda-feira pela Polícia Judiciária, revelou à agência Lusa fonte oficial da PJ, sem revelar os motivos que conduziram à detenção.



    Segundo a mesma fonte, o empresário vai passar a noite nas instalações da PJ de Leiria e vai ser ouvido terça-feira de manhã em primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Leiria, para aplicação de medidas de coação.



    Entretanto, uma fonte ligada à investigação adiantou à Lusa que João Bartolomeu é suspeito de burla qualificada, falsificação de documentos (letras comerciais), acrescentando que foram realizadas buscas na empresa em que é administrador.



    Contactado pela Lusa às 16:30 de hoje, João Bartolomeu preferiu não fazer quaisquer comentários, recusando mesmo confirmar se tinha sido detido.



    O ex-presidente da União de Leiria SAD, é administrador de uma empresa que comercializa madeiras, localizada na zona industrial dos Pousos, Leiria. Além do mercado nacional, a Materlis já iniciou a sua política de internacionalização, tentando entrar no mercado angolano.


    ResponderEliminar
  2. Acho que é daquelas notícias que ninguem estranha. Vamos a ver se arrsta mais alguem com ele

    ResponderEliminar
  3. Pelo que agora se sabe, o grande amigo do Álvaro está agora onde muitos já diziam que iria estar. Não sabemos ainda bem os motivos e isso apenas a ele dizem respeito mas vem confirmar que os critérios do Álvaro não são os mais ajustados no que diz respeito ás pessoas com quem faz acordos e estabelece protocolos. Ficamos assim a saber que o que se adivinhava concretizou-se e que aqueles que criticaram a decisão do Álvaro estabelecer um protocolo com este personagem estavam certos. Resta saber se o Bartolomeu terá amanha a visita do Álvaro ou se ira ficar apenas a ver as noticias com a esperança que o que possa ter acontecido não venha trazer-lhe mais problemas com o que foi o protocolo que com ele fez. O UDL vai continuar assim a dar dores de cabeça apesar de tentar manter o assunto sem que seja falado!

    ResponderEliminar
  4. João Bartolomeu, ex-administrador da União de Leiria SAD e proprietário da empresa Materlis, foi detido nesta segunda-feira pela Polícia Judiciária de Leiria.
    A notícia é avançada pela agência Lusa que apurou os acontecimentos junto de uma fonte oficial desta polícia. São no entanto, desconhecidos os motivos que conduziram à detenção.

    Segundo a mesma fonte mencionada pela agência Lusa, o empresário vai passar a noite nas instalações da PJ de Leiria e vai ser ouvido terça-feira de manhã em primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Leiria, para aplicação de medidas de coação.

    Entretanto, uma fonte ligada à investigação adiantou à Lusa que João Bartolomeu é suspeito de burla qualificada, falsificação de documentos (letras comerciais).

    O REGIÃO DE LEIRIA sabe que durante a manhã de hoje, segunda-feira, vários inspectores da Polícia Judiciária estiveram nas instalações da empresa Materlis, onde realizaram buscas e consultaram diversa documentação.

    Recorde-se que João Bartolomeu é administrador da empresa que se dedica ao comércio de madeiras e enfrenta um processo de insolvência e até junho passado esteve ligado à SAD da União de Leiria, como administrador.

    Além do mercado nacional, a Materlis, localizada na zona industrial dos Pousos, Leiria, está a tentar entrar no mercado angolano.

    Mário Cruz, atual presidente da União de Leiria, disse ao REGIÃO DE LEIRIA “lamentar estas notícias”, apesar de “só conhecer o que está a ser divulgado pela comunicação social”.

    ResponderEliminar
  5. Amanha ta ca fora e nao acontece nada. O costume neste país.

    ResponderEliminar